GRUPOM – Gerando o Reino e a União Pela Oração e Meditação

Efésios -clique e baixe o arquivo!

Na verdade, quando Deus mexeu conosco sobre como trabalhar com o Espaço Jovem Aberto, sabíamos desde o início que a Bíblia precisa ser o centro do coração da galera. Mas somente depois de três anos é que isso foi despertado neles, onde três horas de discussão sobre uma carta de Paulo à uma Igreja em Éfeso, ainda fomentou maior desejo.
Agora, o que uma exortação e a descrição prática do “despir” do “velho homem” e do “renovar” a “mente” para então, “revestir-se” da armadura do “novo homem”, pode direcionar o coração da galera para a leitura de Atos dos Apóstolos?
Bom, neste canal poderemos até sanar algumas dúvidas sobre Efésios, mas sobre a questão acima deixa a brecha:
DESPIR, RENOVAR E REVESTIR É A CONSEQUÊNCIA DA AÇÃO DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS NO CORAÇÃO DO HOMEM. ENTÃO NADA MAIS JUSTO DO QUE MERGULHAR NA DESCRIÇÃO LITERÁRIA BÍBLICA, SOBRE QUAIS DEVEM SER AS MARCAS DE UMA COMUNIDADE, QUE SE AJUNTA POR CONSEQUÊNCIA DA AÇÃO DO ESPÍRITO DE DEUS.

Deixe um Comentário

1 Comentários.

  1. O Preto disse que em sua versão da Bíblia (não sei qual, mas chamarei de NVP – nova versão do preto), tem a palavra “inferno” em Ef 4.9.
    Toda versão é uma interpretação, por isso alguns teólogos defendem que aqui, o autor quis dizer que Jesus desceu até o “inferno”, mesmo que espiritualmente. Eu não creio. A palavra talvez deixe a interpretação em aberto: regiões inferiores, e o complemento de lugar: à terra; possa causar essa interpretação errônea, aos meus olhos. Creio que o autor se preocupou em dizer que Cristo, que é Deus, desceu da sua glória para a nossa humanidade, e aqui então são as “regiões inferiores”. Não acredito que Jesus foi ao “inferno”, ele não precisa disso, é Deus! Sua palavra aqui foi ouvida e extremeceu o inferno: ESTÁ CONSUMADO!

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>